Absorção de nitrogênio do solo pelo milho influenciada pela adição de diferentes resíduos de culturas

Ronaldo Demétrio, José G. Marinho Guerra, Gabriel de Araújo Santos, Dejair Lopes de Almeida, Helvécio de-Polli, Flávio A. de Oliveira Camargo

Resumo


Avaliou-se o efeito da incorporação da leguminosa feijão-bravo-do-Ceará (Canavalia brasiliensis) e do capim-colonião (Panicum maximum) sobre o conteúdo de C, N e frações da matéria orgânica de um solo Podzólico Vermelho-Amarelo e sobre a produção de matéria seca e acúmulo de N em milho, cultivado em casa de vegetação por 102 dias. Os tratamentos constaram da adição de diferentes doses (20, 40 e 60 t.ha-1) de feijão-bravo e capim-colonião, além de N-mineral e do controle. Observou-se incrementos lineares de 0,088 e 0,068 mg C.g-1 solo, proporcionados pela incorporação de uma tonelada de feijão-bravo e capim-colonião, respectivamente. O conteúdo de C das frações alcalino-solúveis do material húmico não foi alterado, o que não se verificou na fração humina e matéria orgânica livre, com aumento no conteúdo, principalmente nos tratamentos com feijão-bravo. O conteúdo de N aumentou linearmente com a incorporação de feijão-bravo e colonião, correspondendo, respectivamente, a 0,0103 e 0,004 mg N.g-1 solo para cada tonelada do material, detectando-se um aumento na fração ácido fúlvico livre com a incorporação de 40 e 60 t.ha-1 de feijão-bravo, quando comparado ao controle. A incorporação de feijão-bravo aumentou o teor de N do solo, proporcionando maior produção e acúmulo de N no milho, semelhante à obtida com a aplicação de 560 kg.ha-1 de N.


Palavras-chave


adubação verde; carbono; ácido fúlvico; ácido húmico; humina; Podzólico Vermelho-Amarelo

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461