Análise de risco de sistemas de rotação de culturas com triticale, sob sistema plantio direto

Henrique Pereira dos Santos, Ivo Ambrosi, Julio Cesar Barreneche Lhamby, Augusto Carlos Baier

Resumo


Num período de cinco anos (1987 a 1991), foram avaliados, em Passo Fundo, RS, os efeitos de cinco sistemas de rotação de culturas com triticale: sistema I (triticale/soja), sistema II (triticale/soja e aveia-preta/soja), sistema III (triticale/soja e ervilhaca/milho), sistema IV (triticale/soja, ervilhaca/milho e aveia-preta/soja) e sistema V (triticale/soja, triticale/soja, ervilhaca/milho e aveia-preta/soja). Em 1990, nos sistemas II, IV e V, a aveia-preta foi substituída por aveia-branca. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso, com três repetições. No presente trabalho, apresenta-se a análise de risco naquele período. Foram aplicados dois tipos de análise na receita líquida dos sistemas: análise da média variância e análise de risco (distribuição de probabilidade acumulada e dominância estocástica). Pela análise da média variância, não foi possível identificar o melhor sistema estudado. Pelo método da dominância estocástica, o sistema III, no período de 1987 a 1989, e o sistema II, no período de 1990 a 1991, mostraram ser as melhores alternativas de produção a serem oferecidas aos agricultores, dos pontos de vista de rentabilidade e de menor risco.


Palavras-chave


custo; receita líquida; média variância; dominância estocástica

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461