Sazonalidade, tarifa mais conveniente e fator de carga em indústria de processamento de cana

Luiz Gonzaga de Souza

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo avaliar as condições de sazonalidade, a racionalização no uso da energia elétrica e a tarifa mais conveniente para uma indústria de processamento de cana localizada no Vale do Paranapanema, SP. Para tanto, foram coletados, na indústria, dados de consumo e de demanda registrada de 4 safras: 1990/91, 1991/92, 1992/93 e 1993/94. A análise dos dados mostra que a usina não conseguiu manter, no período, a condição de consumidor sazonal. Os baixos valores do fator de carga observados indicam o uso não-racional da energia elétrica adquirida. Os resultados obtidos revelam que apenas na situação de carga retirada na ponta igual a 90% a tarifa mais conveniente é a horo-sazonal azul; nas demais situações, a tarifa mais conveniente, isto é, a de menor importância para a usina, é a convencional.


Palavras-chave


usina de açúcar; consumidor sazonal; parâmetros elétricos

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461