Análise econômica de densidades de plantio do maracujá-amarelo no município de Porto Lucena, RS

Henrique Kist, Aray M. Feldens, Ivo Manica, João C. Fioravanço

Resumo


Estudaram-se o custo de produção e o resultado econômico do maracujá-amarelo em seis espaçamentos de plantio (2,0x1,25 m; 2,0x1,75 m; 2,0x2,25 m; 2,0x2,75 m; 2,0x3,25 m e 2,0x3,75 m), arranjados no delineamento experimental de blocos casualizados com três repetições, em Porto Lucena, RS, local de clima subtropical, objetivando definir recomendações técnicas e econômicas para a cultura nesta região. O maior custo de produção por hectare (US$ 9.715,53) foi observado no menor espaçamento, que também resultou no maior custo médio por kg produzido (US$ 0,187); já o menor custo médio por kg (US$ 0,141) coincidiu com o espaçamento de 2,0x2,75 m, que apresentou o maior lucro líquido por hectare (US$ 8.189,57). O menor custo de produção por hectare (US$ 6.475,02) ocorreu no maior espaçamento, de 2,0x3,75 m, em que o lucro líquido por hectare (US$ 4.334,18) foi o mais baixo. Pelos melhores resultados econômicos, sugere-se o plantio do maracujá nos espaçamentos de 2,0x2,25 m a 2,0x2,75 m.


Palavras-chave


Passiflora edulis f. flavicarpa; custo de produção; lucro; clima subtropical

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461