Alternativa de produção de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares em aeroponia

Eidy Simões de Souza, Hélio Almeida Burity, Adália C. do Espírito Santo, Maria Luíza R. B. da Silva

Resumo


A utilização generalizada de fungos micorrízicos arbusculares tem sido bastante limitada, decorrente do seu caráter biotrófico obrigatório, necessitando-se do uso de raízes metabolicamente ativas na sua multiplicação. O presente trabalho foi conduzido para avaliar a alternativa de produção de inóculo FMA, usando-se um sistema aeropônico constituído por um tanque com 200 l de solução nutritiva que pulverizava as raízes das plantas através de um conjunto de microaspersores e mantinha o ambiente arejado. Os resultados iniciais demonstraram que durante os primeiros 28 dias de cultivo em aeroponia, as plantas sofreram um estresse de adaptação com redução significativa na taxa de colonização radicular e no número de esporos recuperados. Após este período, a colonização dos FMA aumentou consideravelmente, estabilizando-se aos 56 até 72 dias nas plantas de batata-doce inoculadas com Entrophospora colombiana e alcançando valores em tomo de 72% de colonização. O número de esporos recuperados no sistema radicular colonizado com E. colombiana foi surpreendente, alcançando valores promissores de 5.082 e 156.336 esporos por grama de matéria seca de raiz nos períodos de 70 e 98 dias, respectivamente. Entretanto, nas espécies Gigaspora margarita Glomus etunicatum, estes valores foram relativamente inferiores, evidenciando a necessidade de adequação da técnica aeropônica para essas espécies.


Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461