Conteúdo de fósforo da biomassa microbiana de um solo cultivado com Brachiaria decumbens Stapf

Monica Cristina C. da Fonseca, Dejair Lopes de Almeida, Helvécio De-Polli, Manlio Silvestre Fernandes

Resumo


A partir de um trabalho de longa duração, em solo cultivado com Brachiaria decumbens adubada com fontes de fósforo (P) em diferentes épocas de aplicação, um experimento foi conduzido com o objetivo de estimar, pelo método da fumigação-extração, o conteúdo de P microbiano do solo. O delineamento adotado foi de blocos ao acaso com seis tratamentos a quatro repetições. Os tratamentos foram: ausência de fertilização fosfática (P0), rocha fosfática incorporada no plantio (RFpl), rocha no plantio e superfosfato-triplo aplicado em cobertura (RFpl + STcob), superfosfato no plantio (STpl), superfosfato em cobertura (STcob), superfosfato no plantio e em cobertura (STpl + STcob). A dose, nas duas épocas de aplicação, equivaleu a 87 kg de P/ha. O conteúdo de P microbiano aumentou de 7,7 a 13,7 mg P/kg de solo, respectivamente, no P0 e STpl + STcob, resultando elevação no teor de P da biomassa de 10,6 a 21,2 g de P/kg de biomassa nestes tratamentos, e tendência ao estreitamento da relação C/P da biomassa com a aplicação exclusiva do ST, independentemente da época de aplicação. O STcob não proporcionou aumento do conteúdo e teor percentual de P da biomassa superior ao obtido com o STpl, evidenciando, também, que aproximadamente cinco anos após a semeadura da Brachiaria a biomassa microbiana do solo encontrava-se mais enriquecida em P do que no P0. O parâmetro conteúdo de P microbiano se mostrou promissor para estudos do destino e dinâmica do P no solo.


Palavras-chave


carbono; fumigação; extração; rocha fosfática; forrageira

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461