Manejo de irrigação do trigo para obtenção de máxima produtividade na região dos cerrados

Antonio Fernando Guerra

Resumo


O objetivo deste estudo foi testar o efeito de seis níveis de tensão de água no solo (41, 51, 69, 185, 562, 993 kPa), medida a 10 cm de profundidade, no momento das irrigações, sobre o rendimento, seus componentes e a qualidade dos grãos de trigo (cv. BR-12 Aruanã). Os resultados indicaram um decréscimo do rendimento de grãos com o aumento das tensões de água no solo. O maior rendimento médio (6.952 kg/ha) foi obtido com o menor valor de tensão de água no solo (41 kPa). Os componentes de produção que determinaram a redução de rendimento foram o número de espigas por m2, número de espiguetas por espiga e número de grãos por espiga; não houve diferença significativa quanto ao peso de 1.000-grãos e ao peso por hectolitro. Esses resultados indicam que as plantas definem seu desenvolvimento e produtividade em função do nível de tensão de água no solo, buscando manter a qualidade de grãos. Para a obtenção de máxima produtividade da cultura de trigo, as irrigações devem ser feitas sempre que a tensão de água no solo, medida a 10 cm de profundidade, atingir valores em torno de 40 kPa.


Palavras-chave


tensão de água no solo; tensiômetros; blocos de gesso

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461