A quarentena e o intercâmbio de germoplasma vegetal no Brasil: a atuação do CENARGEN

Abi S. dos A. Marques, Patrícia M. G. Parente, Vera Lúcia de A. Marinho, Gláucia S. C. Buso

Resumo


A quarentena vegetal visa prevenir a entrada de organismos nocivos em áreas indenes. É apoiada por leis nacionais e fundamentada em princípios biológicos. O CENARGEN executa a quarentena de germoplasma vegetal introduzido no Brasil e destinado aos programas de melhoramento genético do SNPA. As primeiras atividades de defesa vegetal tiveram lugar no Brasil em 1909, evoluindo para o "Regulamento de Defesa Sanitária Vegetal" em 1934, e são coordenadas pelo MAARA. Historicamente, a agricultura brasileira é dependente de espécies vegetais de origem exótica, reforçando a importância da introdução de recursos genéticos no País. Entretanto, concomitantemente com essas importações, foram introduzidos patógenos e pragas que causaram graves prejuízos à agricultura nacional. O CENARGEN adquire material genético vegetal no exterior de acordo com a legislação vigente no Brasil e através da estação de quarentena. A análise fitossanitária do germoplasma é feita por métodos internacionais e são aplicados tratamentos para a erradicação de organismos de risco. Tem-se procurado redefinir procedimentos quarentenários e obter maior interação com o usuário, possibilitando adaptação a novas situações e envolvimento de todos para que a prevenção da entrada e disseminação de organismos nocivos à agricultura no País seja atingida eficazmente.

Palavras-chave


quarentena vegetal; análise fitossanitária de material propagativo

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461