Adaptabilidade e estabilidade em cultivares de algodoeiro herbáceo

Luiz Paulo de Carvalho, Joaquim Nunes da Costa, José Wellington dos Santos, Francisco Pereira de Andrade

Resumo


A utilização das cultivares de rápida frutificação, em algodoeiro herbáceo (Gossypium hirsutum L. r. latifolium Hutch..), tem sido uma estratégia importante na convivência com o bicudo-do-algodoeiro (Anthonomus grandis Boheman), no Nordeste brasileiro. Elas têm sido recomendadas e cultivadas após a introdução desta praga no Brasil. O objetivo deste trabalho foi o de comparar a adaptabilidade e estabilidade da cultivar CNPA Precoce I em face da tardia CNPA 6H, através dos métodos de Eberhart & Russel (1966) e Cruz et al. (1989). Ficou evidenciado, entre outros resultados, que a CNPA Precoce I mostra-se mais estável em ambientes desfavoráveis que a CNPA 6H, mas responde menos à melhoria de ambiente.

Palavras-chave


bicudo-do-algodoeiro; <i>Gossypium hirsutum</i> L. r. <i>latifolium</i> Hutch

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461