Análise individual versus "Pool" de excreta na determinação da energia bruta em ensaio de energia metabolizável

Luiz Fenando T. Albino, Paulo A. R. de Brum, Flavio B. Fialho, Guilherme J. Paiva, Claudete Hara

Resumo


Os valores de energia metabolizável aparente (EMAn) e verdadeira (EMVn) de 20 alimentos foram determinados, utilizando-se o método tradicional de coleta total de excreta e o método da alimentação forçada respectivamente. A energia bruta (EB) das excretas foi determinada em amostra individual (por repetição) e posteriormente em pool (total de repetições de um mesmo tratamento reunidas em uma amostra). Os valores de EMAn a EMVn dos alimentos determinados pelo processo da análise individual das excretas para EB não diferiu (P > 0,05) dos valores obtidos quando as amostras de excreta foram agrupadas em pool. A diferença média entre os valores obtidos para cada um dos métodos foram de 2,04% a 2,67% para EMAn a EMVn, respectivamente.


Palavras-chave


energia; ensaio biológico; alimento

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461