Adubação via água de irrigação na cultura do melão

José Maria Pinto, José Monteiro Soares, Eliana Nogueira Choudhury, José Ribamar Pereira

Resumo


Realizou-se um estudo no Campo Experimental de Bebedouro, do Centro de Pesquisa Agropecuária do Trópico Semi-Árido da EMBRAPA, em Petrolina, PE, para avaliar o efeito da aplicação de nitrogênio e potássio via água de irrigação na cultura do melão (Cucumis melo L.), cultivar Eldorado 300. Adotaram-se duas freqüências de fertirrigação (diária e três vezes por semana) e oito períodos de aplicação de N ate 55 dias após a germinação, via água de irrigação. Na testemunha, 55% do N e 100% do K foram aplicados em fundação, e os 45% restantes do N, em cobertura, 30 dias após o plantio. Nos demais tratamentos, o K foi aplicado via água de irrigação ate 42 dias do ciclo da cultura. O sistema de irrigação utilizado foi por gotejamento. As maiores produções foram 26,40 t/ha e 25,89 t/ha com fertirrigação diária, para os períodos até 42 e 55 dias, respectivamente. A aplicação de N e K via água de irrigação não alterou as características químicas do fruto, o teor de sólidos solúveis, a acidez total e o pH. Considerando os resultados obtidos, a frequência diária e a aplicação de N ate 42 dias do ciclo da cultura podem ser recomendados.


Palavras-chave


<i>Cucumis melo</i>; gotejamento; irrigação localizada; nitrogênio; potássio; fertirrigação

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461