Absorção real do fósforo de diferentes fontes para ovinos, através do uso de radiofósforo (P-32)

Dorinha Miriam Silber Schmidt Vitti, Adibe Luiz Abdalla, Cyro ferreira Meirelles, José Cleto da Silva Filho, Helder Louvandini

Resumo


Foram conduzidos experimentos com o objetivo de determinar a perda endógena fecal e a absorção real de P em ovinos que receberam diversas fontes como suplemento. Utilizaram-se carneiros machos castrados, mantidos em gaiolas metabólicas que receberam dieta semipurificada e as fontes de P (4 g P/cabeça/dia). As fontes testadas foram: fosfato bicálcico (BIC), monoamônio fosfato (MAP), supertriplo (SP), fosfato acidulado (AC), farinha de ossos (FO), rocha Tapira (TAP) e rocha Patos (PAT). Após 15 dias nos tratamentos, injetaram-se, em cada animal, 200 mCI P-32, e amostras de sangue e fezes foram coletadas por oito dias, para a determinação da fração endógena e da absorção real. Os valores do P endógeno corresponderam a 20% do P total excretado para os fosfatos AC, PAT, TAP. Para as demais fontes, esse valor foi de 45%. Os coeficientes de absorção real de P corresponderam a 0,62; 0,67; 0,59; 0,42 0,43; 0,70 e 0,44 respectivamente para BIC, FO, MAP, AC, PAT, SP e TAP.


Palavras-chave


carneiros castrados; gaiolas metabólicas; amostras de sangue; fósforo radioativo; fosfato

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461