Formação de populações-bases de aves para corte. I. Avaliação de melhoramento genético disponível no mercado

Gilberto S. Schmidt, Irineu Umberto Pack, Francisco Alberto de Moura Duarte, Cláudio Napolis Costa

Resumo


O presente trabalho foi desenvolvido no Centro Nacional de Pesquisa de Suínos e Aves (CNPSA), com o objetivo de avaliar o comportamento de quatro linhagens comerciais para a produção de aves para corte. Estas, foram denominadas, simbolicamente, de L1, L2, L3, L4, P1, P2, P3 e P4, onde as letras L e P identificam, respectivamente, as linhas produ­toras de matrizes macho e fêmea, e os números de 1 a 4 as diferentes origens do rebanho co­mercial. O material genético, utilizado posteriormente no cruzamento dialélico, foi compara­do com duas linhagens comerciais não utilizadas na formação das populações-bases, quanto às seguintes características: peso médio aos 28 e 49 dias, conversão alimentar até 28 e 49 dias e mortalidade até 49 dias. A avaliação preliminar das linhagens comerciais, utilizadas no pre­sente trabalho, quanto às características de crescimento, indicou que estas apresentaram re­sultados satisfatórios, com vistas à formação de populações-bases para as linhas de macho e fêmea através do cruzamento dialélico.

Palavras-chave


melhoramento de aves; cruzamento dialélico; frango de corte

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461