Estabelecimento In vitro de explantes e regeneração de plântulas de gerbera Jamesonii bolus ex hook em cultura de tecidos

Eduardo Fonseca Arello, Moacir Pasqual, José Eduardo B. P. Pinto, Márcio H. P. Barbosa

Resumo


Gerbera jamesonii Bolus ex Hook é uma espécie ornamental cujas flores são utilizadas para corte e possuem grande valor comercial. O seu principal modo de propagação é o vegetativo, o que possibilita um aumento de doenças viróticas durante as várias gerações em que é propagada. Através das técnicas de cultura de tecidos pode-se obter, em curto prazo, um elevado número de plantas sadias e livres de doenças. Para a obtenção de plântulas "in vitro" de G. jamesonii foram utilizados capítulos jovens, como explantes iniciais, de quatro cultivares a saber: Appel Bloesen, Marleen, Clementine e Pimpernel. Os explantes foram cultivados em meio "MS" modificado e suplementado com todas as combinações possíveis de BAP-6-benzilaminopurina (0,0-1,0-2,0-3,0 e 5,0 mg/l); AIA - ácido indolacético (0,5 mg/l) e KIN - cinetina (0,0 e 2,0 mg/l). Os capítulos foram previamente esterilizados com álcool 70% (2 minutos) e solução de hipoclorito de sódio 1,5% (20 minutos). Melhores resultados foram conseguidos com o uso de MS + 2,0 mg/l BAP + 0,5 mg/l IAA, que promoveu intenso desenvolvimento de calo com emissão de brotos, principalmente para as variedades Appel Bloesen e Marleen.

Palavras-chave


micropropagação; ornamentação; flores; propagação vegetativa

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461