Uso prolongado de cama de aviário como fonte de nutrientes para cultura de arroz irrigado por inundação

Fabiana Schmidt, Ronaldir Knoblauch

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar as propriedades químicas do solo, a eficiência do uso de nitrogênio e a produtividade de campos de arroz irrigado por inundação após adição de cama de aviário durante cinco anos. Os ensaios foram conduzidos em delineamento de blocos ao acaso, com três repetições. Os tratamentos foram: adubação química, N-P2O5-K2O; controle, sem fertilizantes; e doses de cama de aviário, 2,5, 5,0 e 10,0 Mg ha-1. A cama de aviário aumentou o pH, a saturação por bases e os teores de fósforo, potássio, cálcio e zinco do solo mais que os fertilizantes químicos. A aplicação de cama de aviário aumentou a amonificação do N (35 mg kg-1 de N-NH4+) da primeira à quarta semana após a semeadura do arroz. O uso exclusivo de cama de aviário não foi suficiente para fornecer nutrição adequada ao arroz após a diminuição do conteúdo de N-NH4+ no solo. A absorção acumulada de N e a produtividade de arroz com a aplicação de cama de aviário foram menores do que as com os fertilizantes químicos. A adição de cama de aviário nas lavouras de arroz por cinco anos altera as propriedades químicas do solo, melhora a fertilidade, não favorece a eficiência do uso de nitrogênio pelas plantas e promove menor produção de arroz que os fertilizantes químicos.

Palavras-chave


Oryza sativa; disponibilidade de nutrientes; adubos orgânicos

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461