Variabilidade da eficiência de uso de nitrogênio por cultivares de milheto no estádio de plântulas

Chen Erying, Qin Ling, Yang Yanbing, Zhang Huawen, Wang Hailian, Liu Bin, Yu Shuting, Wang Runfeng, Guan Yanan

Resumo


O objetivo deste trabalho foi identificar a variação genética de cultivares de milheto (Setaria italica), de três origens ecogeográficas da China, quanto à captação e à utilização de N pelos genótipos no estádio de plântulas, com vistas ao melhoramento genético desta cultura. Plântulas de 79 cultivares de milheto foram fertilizadas com uma solução nutritiva, em substrato de areia, e avaliadas em condições de baixa (LN, 0,2 mmol L-1 N) e alta (HN, 6,0 mmol L-1 N) concentração de N. Observou-se uma grande variação entre as cultivares, entre as origens ecogeográficas, quanto às características biomassa da parte aérea, teor e concentração de N na parte aérea, e eficiência de uso (NUE), captação (NupE) e utilização (NutE) de N, especialmente em condições de HN. As cultivares do Noroeste da China apresentaram as maiores variações de biomassa, teor de N, NUE e NupE. Observou-se, ainda, uma forte correlação positiva entre NUE e NupE, e NUE e NutE, mas não houve correlação entre NupE e NutE. O NupE representou 77,6% da variação total do NUE, e o NutE representou o restante. A captação e a utilização de N apresentam grande variação entre cultivares de milheto no estágio de plântulas, e a variação da captação de N contribui mais do que a da utilização de N para a variação da eficiência de uso de nitrogênio.

Palavras-chave


Setaria italica; cultivares ecológicas; eficiência de absorção de nitrogênio

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461