Polimorfismos nos genes MyoD1, MyoG, MyF5, MyF6 e MSTN em ovinos Santa Inês

Luis Paulo Batista Sousa Junior, Ariana Nascimento Meira, Hymerson Costa Azevedo, Evandro Nevez Muniz, Luiz Lehmann Coutinho, Gerson Barreto Mourão, Victor Breno Pedrosa, Luís Fernando Batista Pinto

Resumo


O objetivo deste trabalho foi sequenciar os genes MyoD1, MyoG, MyF5, MyF6 e MSTN e identificar polimorfismos em ovinos Santa Inês (Ovis aries). No total, 192 cordeiros com 240 dias de idade foram avaliados, e estes genes foram sequenciados para comparação com a sequência-referência no genoma de Ovis aries. As frequências genotípicas e alélicas foram estimadas, e o equilíbrio de Hardy-Weinberg, testado. Foram obtidos fragmentos contendo 2.493 pb (MyoDl), 1.836 pb (MyoG), 2.813 pb (MyF5), 1.126 pb (MyF6) e 2.380 pb (MSTN), e, nessas sequências, foram identificadas 160 variantes. Esses polimorfismos foram distribuídos da seguinte forma: 59 (MyoD1), 24 (MyoG), 63 (MyF5), 4 (MyF6) e 10 (MSTN). Foram encontrados 104 novos polimorfismos, sendo 45 no MyoD1, 2 no MyoG, 56 no MyF5 e 1 no MSTN. Com relação ao local, 61 variantes estavam em íntron (27 no MyoD1, 16 no MyoG, 5 no MyF5, 3 no MyF6 e 10 no MSTN), 87 em região codificante (22 no MyoD1, 8 no MyoG, 56 no MyF5 e 1 no MyF6) e 12 na região 3’UTR (10 no MyoD1 e 2 no MyF5). Portanto, os genes da família MyoD e o MSTN possuem vários polimorfismos em ovinos da raça Santa Inês, os quais podem ser úteis em estudos de associação.

Palavras-chave


Ovis aries; genes candidatos; frequências; variantes

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461