Desempenho da laranjeira 'Valência' sobre porta-enxertos no Estado do Acre

Maria Júlia da Silva Rodrigues, Romeu de Carvalho Andrade Neto, Sebastião Elviro de Araújo Neto, Walter dos Santos Soares Filho, Eduardo Augusto Girardi, Lauro Saraiva Lessa, Ueliton Oliveira de Almeida

Resumo


O objetivo deste trabalho foi selecionar porta-enxertos, com base nos caracteres agronômicos e na qualidade de frutos da laranjeira 'Valência'. Os porta-enxertos avaliados foram: a tangerina 'Cleópatra'; os híbridos TSKFL x CTTR-013, LVK x LCR-038, TSKC x CTQT 1439-004, LVK x LVA-009 e TSK x TRENG-256 (citrandarin 'Indio'); o limoeiro-cravo 'Santa Cruz'; e os híbridos TSKFL x CTC-25-002 e TSKC x CTSW-038. O experimento foi instalado em 2010 e avaliado de 2013 a 2017. Os parâmetros altura da planta, volume da copa, eficiência produtiva, relação entre copa e porta-enxerto, percentagem de sobrevivência e tolerância à seca foram avaliados em 2017. Foram estimadas a produtividade média de cinco safras, assim como a produção anual por planta e a produção acumulada. As características dos frutos analisadas foram: massa, diâmetro, comprimento e espessura de casca, rendimento de suco, sólidos solúveis, acidez e índice tecnológico. A 'Valência' apresenta menor altura de planta e volume da copa, bem como maior eficiência produtiva, quando enxertada sobre TSKC x CTSW-038 do que sobre os outros porta-enxertos. LVK x LCR-038, TSKC x CTQT 1439-004, citrandarin 'Indio' e limão-cravo 'Santa Cruz' estimulam o aumento da produção da laranjeira 'Valência'. LVK x LCR-038 e o citrandarin 'Indio' induzem o enxerto a produzir frutos de melhor qualidade.


Palavras-chave


Citrus; Poncirus trifoliata; qualidade do fruto; limoeiro cravo; Amazônia Ocidental; produção

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461