Curvas de crescimento de mamíferos produtores de carne pelo modelo de von Bertalanffy

Felipe Augusto Fernandes, Tales Jesus Fernandes, Tales Jesus Fernandes, Adriele Aparecida Pereira, Adriele Aparecida Pereira, Sarah Laguna Conceição Meirelles, Sarah Laguna Conceição Meirelles, Adriano Carvalho Costa, Adriano Carvalho Costa

Resumo


O objetivo desde trabalho foi avaliar como a parametrização e a aplicação de diferentes valores alométricos afetam a obtenção do ajuste mais adequado do modelo de von Bertalanffy, na descrição da curva de crescimento de mamíferos produtores de carne (bovinos, porcos, coelhos e ovelhas). Entre os modelos não lineares, o de von Bertalanffy tem sido frequentemente aplicado em diversas áreas, com diferentes parametrizações. Em geral, esse modelo tem sido utilizado com um valor alométrico de m = 2/3; no entanto, para mamíferos, acredita-se que o valor possa ser m = 3/4. Os dados analisados quanto à massa dos mamíferos de corte de acordo com a sua idade foram obtidos de instituições de pesquisa e da literatura. Os resultados mostraram que o modelo de von Bertalanffy, com o valor alométrico de m = 3/4 e com a parametrização utilizada, forneceu melhores ajustes aos avaliadores de qualidade. Além disso, o modelo suavizou a superestimativa do parâmetro a, o que possibilitou interpretação direta ao parâmetro b, com menores valores das medidas de curvatura, principalmente as paramétricas, e forneceu ajustes mais confiáveis. O modelo de von Bertalanffy pode ser utilizado na descrição da curva de crescimento de mamíferos produtores de carne.

Palavras-chave


alometria; modelagem; modelo não linear; parametrização; regressão

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461