Variabilidade genética em café conilon relativa aos atributos dos grãos em cultivo irrigado no Cerrado

Felipe Augusto Alves Brige, Sonia Maria Costa Celestino, Renato Fernando Amabile, Marcelo Fagioli, Francisco Marcos dos Santos Delvico, Ana Paula Leite Montalvão, Pedro Ivo Aquino Leite Sala

Resumo


O objetivo deste trabalho foi quantificar a variabilidade genética de 213 acessos de café conilon, da cultivar Robusta Tropical, quanto às características químicas de qualidade dos grãos de café crus, bem como identificar acessos promissores para o programa de melhoramento do café conilon irrigado no Cerrado. As características químicas avaliadas foram: teores de proteína e cafeína, sólidos solúveis e lipídeos totais, extrato etéreo, pH e acidez titulável total. Os dados foram submetidos à análise de componentes principais e à análise de cluster com base nas semelhanças observadas nos dois primeiros componentes principais, com uso do método de variância mínima (Wards) e da distância Euclidiana, como medida da dissimilaridade. Os três principais componentes explicaram 72,64% da variação total dos dados. Todas as características, exceto o pH, foram correlacionadas com os três primeiros componentes. Foi possível separar os genótipos em três grupos de acordo com as semelhanças no comportamento das variáveis. Os acessos avaliados apresentam variabilidade genética em relação às características de qualidade de grãos avaliadas, e o CPAC 160 e o CPAC 32 são os mais promissores o programa de melhoramento do café conilon irrigado no Cerrado.

Palavras-chave


Coffea canephora; composição química; diversidade genética; análise multivariada

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461