Variáveis termo-físico-hídricas em semeadura direta relacionadas com tráfego de rodados e mecanismos sulcadores de fertilizante

Lucas Zulpo, Hyran Stefanowski Kerpen, Jefferson Antonio Fink, Michael Mazurana, Renato Levien

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto do uso de sulcadores de fertilizantes nas características físicas do solo, como mobilização, porosidade, densidade, e dinâmica do teor de água e da temperatura no sulco de semeadura, bem como a influência do tráfego do rodado do trator e dessas variáveis na produtividade do milho (Zea mays). O experimento foi conduzido na estação experimental agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul sobre um Argissolo Vermelho. Os tratamentos consistiram de três coberturas de inverno e dois sulcadores de fertilizante (haste e disco), com ou sem tráfego dos rodados do trator. O milho foi plantado como cultura de verão, tendo-se avaliado a mobilização no sulco de semeadura, a temperatura e a umidade do solo durante o ciclo da cultura, e as condições físicas do solo, como densidade e porosidade. O tráfego de rodados e os tipos de mecanismos sulcadores não afetaram significativamente a temperatura e a umidade do solo durante o desenvolvimento da cultura do milho; contudo, foram observadas diferenças significativas na produtividade de grãos e na mobilização, na densidade e na porosidade do solo.

Palavras-chave


Zea mays; sistema de semeadura direta; mecanismos sulcadores; compactação do solo; temperatura do solo

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461