Impacto dos alelos de gluteninas de alto peso molecular sobre a qualidade tecnológica de trigo

Camila Vancini, Gisele Abigail Montan Torres, Martha Zavariz de Miranda, Luciano Consoli, Sandro Bonow, Magali Ferrari Grando

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar as subunidades de gluteninas de alto peso molecular (HMW-GS) e a sua relação com os parâmetros de qualidade tecnológica em uma coleção de genótipos de trigo (Triticum aestivum). Foram avaliados 272 acessos em SDS-Page, e empregados marcadores moleculares para identificação do alelo 7oe e da translocação 1BL.1RS. Para 219 acessos com perfil de gluteninas homogêneo, foram identificados 53 perfis e 21 alelos. A combinação mais frequente foi 2*/7+9/5+10 (11,9%). A média de diversidade genética para os três locos Glu-1 avaliados foi de 0,67. Com base no perfil de HMW-GS e na presença da translocação 1BL.1RS, foi calculado o escore Glu-1 e analisada sua correlação com os parâmetros de qualidade tecnológica. Os efeitos principais dos locos Glu-1 e da translocação 1BL.1RS foram estimados. O escore Glu-1 mostrou correlação positiva significativa com volume de sedimentação, força de glúten, tenacidade da massa, extensibilidade da massa, índice de elasticidade, índice de dureza do grão e estabilidade, com valores entre 0,23 e 0,51. Os acessos com os alelos 1, 7oe+8 e 5+10 apresentaram os maiores valores para força de glúten e estabilidade. O escore dos alelos Glu-A1 deve ser ajustado para os genótipos e as condições de cultivo de trigo brasileiros.

Palavras-chave


Triticum aestivum; qualidade panificativa; escore Glu-1; força de glúten; HMW-GS

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461