Crescimento, sistema antioxidante e estado imunológico do camarão nos sistemas de cultivo em bioflocos e água clara

Diego Moreira de Souza, Mateus Tavares Kutter, Plinio Schmidt Furtado, Luis Alberto Romano, Wilson Wasielesky Junior, José María Monserrat, Luciano Garcia

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do sistema de cultivo tradicional em água clara e do em bioflocos sobre os estados antioxidante e imunológico do camarão Litopenaeus vannamei. Amostras (brânquia, hemolinfa e hepatopâncreas) foram coletadas nos dias 15, 30 e 60 do período experimental. Os seguintes parâmetros imunológicos foram analisados a cada tempo amostral: hemócitos granulares e hialinos, proteína total e apoptose. Também foram realizados ensaios da atividade da glutamato-cisteína ligase (GCL) e das concentrações de glutationa reduzida (GSH) e de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS). Os parâmetros imunológicos avaliados não diferiram significativamente entre os tratamentos. Os camarões criados em água clara apresentaram maiores níveis de peroxidação lipídica nas brânquias e de GCL na hemolinfa nos dias 15 e 30. Camarões em bioflocos apresentaram maior taxa de sobrevivência, e a água não precisou ser renovada durante o período experimental. O sistema de bioflocos melhora os níveis de produtividade e promove um ambiente de cultivo mais saudável.

Palavras-chave


Litopenaeus vannamei; BFT; estresse oxidativo; TBARS

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461