Dinâmica do perfilhamento do capim faixa-branca submetido a diferentes frequências de desfolhação

Bráulio Maia de Lana Sousa, César Augusto Rizato, Jailson Lara Fagundes, Pryanka Thuyra Nascimento Fontes, Alfredo Acosta Backes, Luiz Fernando Ganassali de Oliveira Júnior, Natan Teles Cruz, Carlos Souza do Nascimento

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a dinâmica do perfilhamento do capim faixa-branca 'Suvernola' (Digitaria eriantha) quando submetido a diferentes frequências de desfolhação. Quatro frequências de desfolhação (intervalo entre cortes) foram avaliadas – muito alta, quando a gramínea atingiu 25 cm de altura; alta, 35 cm; média, 45 cm; e baixa, 55 cm – em duas épocas do ano, com maior e menor insolação, de janeiro de 2015 a janeiro de 2016. Utilizou-se o delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições. A elevação na frequência de desfolhação aumentou o número de gerações e as taxas de aparecimento, mortalidade e densidade populacional de perfilhos, além de reduzir sua taxa de sobrevivência, sem alterar a estabilidade da população. No período de menor insolação, as taxas de aparecimento e de mortalidade de perfilhos foram maiores, enquanto a taxa de sobrevivência, o balanço e a densidade populacional de perfilhos foram menores. As frequências de desfolhação e as épocas do ano avaliadas não alteram a persistência do capim faixa-branca quando irrigado. Maiores frequências de desfolhação resultam em maior renovação de perfilhos do capim faixa-branca.

Palavras-chave


Digitaria eriantha; altura de colheita; persistência da pastagem

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461