Embalagens para o transporte de caqui e seus efeitos em características sensoriais

Maristella Martineli, Claudia Moraes de Rezende, Marcos José de Oliveira Fonseca, Antonio Gomes Soares, Rosires Deliza

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes embalagens utilizadas no transporte da cultivar Rama Forte de caqui (Diospyros kaki) sobre as características sensoriais e a aceitação do consumidor do produto durante seu armazenamento. Foram avaliados três tipos de embalagem: caixa de madeira tipo K; caixa de papelão ondulado; e nova opção de embalagem feita de polietileno reciclado com 10% de fibra de bucha e bandeja de polipropileno, modulada no formato exclusivo para frutos de caqui. As perguntas “check-all-that-apply” (Cata) foram usadas para caracterização sensorial dos frutos, tendo revelado diferenças entre as amostras ao longo do tempo de armazenamento quanto aos atributos sensoriais do caqui e à preferência do consumidor. A aceitação do consumidor dos frutos das caixas de madeira e de papelão diminuiu a partir do primeiro e do quinto dia, respectivamente, com o aumento do tempo de armazenamento, tendo diferido da dos frutos da nova embalagem, cuja apparência foi aceita até o nono dia. A qualidade dos caquis transportados na nova embalagem foi superior ao longo da vida útil. A nova embalagem, com design apropriado, mantém as características sensoriais do caqui por mais tempo do que as outras embalagens estudadas.

Palavras-chave


Diospyros kaki; aceitação; check-all-that-apply questions; embalagens; pós-colheita

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461