Cultivo de melancia em áreas de renovação de canavial sob diferentes manejos do solo

Humberto Sampaio de Araújo, Roberto Botelho Ferraz Branco, Carolina Cinto de Moraes, Alex Humberto Calori, Amarílis Beraldo Rós, Luis Felipe Villani Purquerio

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o cultivo de melancia (Citrullus lanatus) em áreas de renovação de canavial, em diferentes sistemas de preparo do solo e adubação nitrogenada. Foram realizados dois experimentos nas safras de 2014/2015 e 2015/2016, em áreas de plantio de cana-de-açúcar, em Andradina, no Estado de São Paulo, Brasil. Os cultivos foram feitos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com parcelas, subparcelas e quatro repetições. As parcelas representaram os sistemas de preparo do solo (plantio convencional, cultivo mínimo e plantio direto), e as subparcelas, as diferentes doses de N aplicadas em cobertura (0, 100, 200 e 300 kg ha-1). Em 2014/2015, o cultivo mínimo apresentou a maior produtividade comercial de 70,2 Mg ha-1. Em 2015/2016, não houve diferenças quanto à produção entre os tratamentos de preparo de solo; porém, a produção diferiu entre os tratamentos com N. As maiores produtividades comerciais de 64,1 e 31,1 Mg ha-1 foram obtidas com as doses de 253 e 209 kg ha-1 de N em cobertura, respectivamente, em 2014/2015 e 2015/2016. A melancia pode ser cultivada em áreas de renovação de canavial, e a demanda de N pela planta não depende do sistema de preparo de solo.

Palavras-chave


Citrullus lanatus; cultivo conservacionista; rotação de culturas; adubação nitrogenada

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461