Tiossulfato de amônio como raleante de floração em macieiras 'Maxi Gala'

Lucas De Ross Marchioretto, Andrea De Rossi, Micheli Fochesato Michelon, Julio Cesar Orlandi, Leonardo Oliboni do Amaral

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade de uso de tiossulfato de amônio, como raleante químico de floração, em macieiras 'Maxi Gala' (Malus domestica), e os seus efeitos sobre a qualidade dos frutos. O experimento foi realizado em pomar experimental no sul do Brasil, em delineamento de blocos ao acaso, com cinco repetições. O tiossulfato de amônio foi aplicado às macieiras em plena floração, a 0, 1,5, 2,5 e 3,5%. Foram feitas avaliações quanto aos efeitos sobre carga de frutos, frutificação efetiva, eficiência produtiva e parâmetros de qualidade de frutos como massa, formato, sólidos solúveis totais, número de sementes, firmeza de polpa, coloração e ocorrência de “russeting”. O tiossulfato de amônio a 2,5% é efetivo na redução da carga de frutos e no aumento da qualidade dos frutos. O efeito raleante do tiossulfato de amônio não é dependente das condições climáticas durante o período de raleio. A dose de 3,5% de tiossulfato de amônio causa raleio excessivo e não resulta em melhoria na qualidade dos frutos.


Palavras-chave


Malus domestica; ATS; plena floração; raleio de flores

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461