Fontes alternativas de potássio em cafeeiros para melhoria da fertilidade do solo, da produtividade e da qualidade de bebida

Kaio Gonçalves de Lima Dias, Paulo Tácito Gontijo Guimarães, Davi Lopes do Carmo, Thiago Henrique Pereira Reis, Julian Junio de Jesus Lacerda

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar fontes alternativas de potássio para melhoria da fertilidade do solo e da produtividade e da qualidade de bebida do cafeeiro. O experimento foi conduzido em lavoura de café (Coffea arabica) plantada em área de Latossolo, no Município de Patrocínio, no Estado de Minas Gerais. Os tratamentos consistiram da aplicação das fontes de K TK47 e Super Greensand (SG) – ambas baseadas no mineral silicatado glauconita –, nas seguintes doses: 0 kg ha-1 de K2O (controle); 42, 84, 168 e 336 kg ha-1 de K2O de TK47; 618 kg ha-1 de K2O de KCl; e 168 kg ha-1 de K2O de SG. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições por tratamento. As unidades experimentais foram constituídas por três linhas de dez plantas cada uma, tendo-se considerado as oito plantas centrais como parcela útil. A adubação potássica com TK47 aumentou a fertilidade do solo, com correção da acidez e com elevação dos teores de K+, P, Ca2+, da capacidade de troca de cátions efetiva, e dos níveis de Zn2+ e Fe2+ no solo. A adubação com 336 kg ha-1 de K2O de TK47, em dose única, proporciona produção de grãos e atividade de polifenoloxidase semelhantes às da fertilização com 618 kg ha-1 de K2O de KCl, de forma parcelada, mas melhor análise sensorial da bebida resultante.


Palavras-chave


Coffea arabica; fertilizantes alternativos; nutrição mineral do cafeeiro; glauconita; solubilização gradual do potássio; efeito residual

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461