Crescimento e produção de povoamentos de teca em diferentes espaçamentos

Reginaldo Antonio Medeiros, Haroldo Nogueira de Paiva, Flávio Siqueira D'Ávilla, Helio Garcia Leite

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento e a produção de povoamentos de teca (Tectona grandis) em diferentes espaçamentos e classes de solo. Foram avaliados 12 espaçamentos em Cambissolo e Latossolo, dispostos em parcelas com área de 1.505 ou 1.548 m2, em delineamento inteiramente casualizado, com nove repetições. As plantas de teca foram medidas aos 26, 42, 50 e 78 meses de idade. A altura total das árvores foi menos influenciada pelos espaçamentos. O diâmetro quadrático médio foi superior nos maiores espaçamentos, enquanto a área basal e o volume total com casca foram superiores nos espaçamentos mais adensados. Observou-se aumento do volume com casca por árvore com o aumento da área útil por planta. Em teca, a estagnação do crescimento ocorre mais cedo, a taxa de crescimento é maior nos espaçamentos mais adensados e as plantas crescem mais em Cambissolo do que em Latossolo.


Palavras-chave


Tectona grandis; espaçamento inicial; modelagem

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461