Suplementação dietética de glutamina ou ácido glutâmico para leitões recém-desmamados

Alessandro Borges Amorim, Mayra Anton Dib Saleh, Gabriela de Mello Miassi, Dirlei Antonio Berto

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da suplementação dietética de glutamina e ácido glutâmico no turnover do carbono (δ13C) em músculos de leitões, no desempenho dos animais e na viabilidade econômica das rações. As dietas consistiram em: controle (C), 1% de glutamina (G) e 1% de ácido glutâmico (AG). No experimento I, 111 leitões foram usados para avaliar o turnover do carbono nos músculos Masseter, Psoas major e Abdominal internal oblique, quanto à composição isotópica e à substituição do 13C no tempo. No experimento II, 72 leitões foram alocados em blocos ao acaso (oito repetições por tratamento e três animais por unidade experimental), para avaliar o desempenho dos animais e a viabilidade econômica das rações. A dieta AG promoveu a melhor aceleração de 13C nos músculos estudados. Não se constatou efeito das dietas nas variáveis de desempenho. As dietas G e AG apresentaram maiores custos que a dieta C. Embora a suplementação com 1% de glutamina ou ácido glutâmico acelere o turnover do carbono nos músculos estudados, o que sugere rápida recuperação no pós-desmame e comprova o efeito anabólico desses aditivos, seu uso não é economicamente viável para leitões recém-desmamados.

Palavras-chave


Sus scrofa; aditivos; efeito anabólico; turnover de carbono; viabilidade econômica; isótopos estáveis

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-1813