Infectividade in vitro de Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus a diferentes linhagens celulares de insetos

William Sihler, Marlinda Lobo de Souza, Fernando Hercos Valicente, Rosana Falcão, Márcio Martinello Sanches

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar uma gama de hospedeiros, in vitro, quanto à resposta a Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus (SfMNPV), um vírus patogênico à lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda; Lepidoptera: Noctuidae), para o posterior desenvolvimento de um biopesticida baseado em sistema de cultura de células. As linhagens celulares de Bombyx mori (BM-5), Lymantria dispar (IPLB-LD-625Y), Trichoplusia ni (BTI-Tn-5B1-4), Anticarsia gemmatalis (UFL-AG-286) e S. frugiperda (IPLB-SF-21AE e Sf9) foram testadas quanto a sua suscetibilidade a um isolado brasileiro de SfMNPV altamente virulento. Os efeitos citopáticos induzidos pelo vírus, a produção de partículas virais e a síntese de polipeptídeos virais foram examinados e comparados. Ambas as células de S. frugiperda apresentaram hipertrofia dos núcleos celulares e produção de muitos poliedros. O SDS-Page de proteínas com radiomarcação mostrou que as proteínas celulares apresentaram inibição de síntese, enquanto uma intensa banda de cerca de 30 kDa, reconhecida como poliedrina, era sintetizada. As outras linhagens celulares não apresentaram produção de poliedros, apesar de algumas terem apresentado alterações morfológicas e inibição de síntese proteica em resposta à infecção viral. As linhagens celulares SF-21 e Sf9 são recomendadas para a posterior produção in vitro de SfMNPV.

 

Palavras-chave


Baculovirus; controle biológico; cultura de células; lagarta-do-cartucho; produção in vitro; SfMNPV

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-1813