Efeitos de períodos de descanso fixo e variável no acúmulo de forragem e estrutura do dossel de capim-bermuda 'Jiggs' e 'Tifton 85' sob pastejo

Carlos Guilherme Silveira Pedreira, Valdson José da Silva, Murilo Saraiva Guimarães, Diego Noleto Luz Pequeno, Felipe Tonato

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do uso de períodos de descanso fixo e variável sobre a produção de forragem, a composição morfológica e as características estruturais de dosséis dos pastos de capim‑bermuda 'Tifton 85' e 'Jiggs' (Cynodon spp.), sob lotação rotacionada. Os tratamentos consistiram de duas cultivares de capim (Jiggs e Tifton 85) e dois períodos de descanso (pastejo sempre que o dossel atingisse 25 cm ou a cada 28 dias, independentemente da altura do dossel). Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 2x2 (duas cultivares de capim e dois manejos), com três repetições. O experimento foi realizado durante o cultivo de verão, em Piracicaba, SP. Avaliaram-se as características de massa de forragem no pré- e no pós-pastejo. Dosséis de 'Jiggs' e 'Tifton 85' apresentaram valor similar de interceptação da radiação incidente (em média, 96,8%) no pré-pastejo, nos períodos de descanso fixo e variável; no entanto, apresentaram diferenças quanto às características estruturais do dossel. 'Jiggs' apresentou maior proporção de colmo, maior altura do dossel no pré-pastejo e menor índice de área foliar. Não houve differenças entre as estratégias de pastejo e entre as cultivares quanto ao acúmulo total de forragem, que obteve produção média de 16.8 Mg ha-1 MS. Os períodos de descanso fixo e variável podem ser utilizados para os capins 'Tifton 85' e 'Jiggs'.


Palavras-chave


Cynodon; altura do dossel; frequência de pastejo; interceptação de luz; manejo da pastagem; rebrotação

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461