Séries temporais do sensor Modis para mapeamento de áreas irrigadas em bacias hidrográficas do Nordeste brasileiro

André Keiiti Ide, Gustavo Macedo de Mello Baptista

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a aplicabilidade do uso de séries temporais do índice de vegetação realçado (EVI), do sensor “moderate resolution imaging spectroradiometer” (Modis), no mapeamento de áreas irrigadas em bacias hidrográficas da região Nordeste. As séries temporais anuais, do período de 2006 a 2015, foram classificadas pelo algoritmo “iterative self-organizing data analysis technique” (Isodata), tendo-se gerado um mapa binário de áreas irrigadas e não irrigadas para cada ano. Na região do Sertão, a classificação apresentou coeficiente de concordância Kappa médio de 0,66, tendo subestimado a área irrigada em 7,6%, em comparação aos dados do censo agropecuário de 2006. Para regiões mais úmidas que o Sertão, como as do Agreste e da Zona da Mata Nordestina, a metodologia apresentou limitações em distinguir áreas irrigadas de vegetação natural, tendo apresentado coeficiente Kappa médio de 0,26 e 0,00, respectivamente. As séries temporais de EVI do sensor Modis são aplicáveis ao mapeamento de áreas irrigadas no Sertão Nordestino.


Palavras-chave


planejamento agrícola e ambiental; EVI; sensoriamento remoto; semiárido; índice de vegetação; gestão de recursos hídricos

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-1813