Eficiência agronômica e de recuperação de P de fertilizante fosfatado organomineral granulado produzido com cama de frango em solo arenoso e argiloso

Jerusa Maia e Sá, Cláudia Pozzi Jantalia, Paulo César Teixeira, José Carlos Polidoro, Vinícius de Melo Benites, Adelson Paulo Araújo

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar as eficiências agronômica e de recuperação de P de fertilizante fosfatado organomineral (FOM) granulado, produzido com cama de frango, comparadas às do monoamônio fosfato (MAP), em solos com diferentes texturas. O experimento seguiu um arranjo fatorial 2x2x4+2, com dois Latossolos (texturas areia franca e franco argilosa), duas fontes de P (FOM e MAP), quatro doses de P (50, 100, 200 e 400 mg kg-1), além de dois controles sem aplicação de P. Os tratamentos foram avaliados em vasos com 10 kg de solo, durante quatro cultivos sucessivos de milho sem reposição do P absorvido pelas plantas, para permitir as avaliações de efeito imediato e residual dos fertilizantes. Os teores de P assimilável no solo foram maiores com o MAP, no solo areia franca, sem diferenças significativas entre fertilizantes no solo franco argiloso. O FOM teve maior efeito imediato e promoveu maior produção de matéria seca no primeiro cultivo; no entanto, o efeito residual dos fertilizantes não diferiu nos demais cultivos. O acúmulo de P pelas plantas não foi influenciado pelo fertilizante utilizado. O FOM apresentou maior eficiência agronômica, mas a eficiência de recuperação de P não diferiu significativamente entre os fertilizantes. O desempenho do FOM indica bom potencial de uso da cama de frango como fertilizante, em formulações organominerais.

Palavras-chave


Zea mays; acúmulo de biomassa; adubação fosfatada; eficiência de recuperação de P; solos tropicais

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Informação Tecnológica
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-4231 / 3448-4162 - Fax: (61) 3272-4168