Repetibilidade das associações entre métodos de análise de adaptabilidade, estabilidade e produtividade em soja

Leomar Guilherme Woyann, Anderson Simionato Milioli, Antonio Henrique Bozi, Samuel Cristian Dalló, Gilvani Matei, Lindolfo Storck, Giovani Benin

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar as associações entre estimativas de adaptabilidade, estabilidade e produtividade em soja (Glycine max), e estimar o coeficiente de repetibilidade dessas associações entre anos. Foram avaliados 22 genótipos em 27 ambientes, na safra 2012/2013, e em 19 ambientes na 2013/2014. Nas safras seguintes, foram avaliados 28 genótipos em 26 ambientes, em 2014/2015, e em 25 ambientes em 2015/2016, no total de 97 ensaios. Quatorze métodos foram avaliados; os coeficientes de correlação de Spearman foram obtidos para os parâmetros adaptabilidade, estabilidade e produtividade; e os coeficientes de repetibilidade, bem como o número mínimo de ambientes necessário para se obter um coeficiente de determinação de 80 e 90%, foram calculados. O número mínimo de ambientes necessários para estimar o grau de associação entre as estimativas dos parâmetros foi baixo (sete locais). Os métodos de Eberhart & Russell e GGE biplot são essenciais na avaliação da produtividade, da adaptabilidade e da estabilidade em soja, pois conseguem englobar estes aspectos com o uso de um conjunto mínimo de métodos. Já os métodos de Annicchiarico (AN), Silva & Barreto (SB), Cruz (CR) e Storck & Vencovsky (SV) podem ser utilizados para gerar informações complementares, tais como: verificação da estabilidade para ambientes em geral e para ambientes favoráveis e desfavoráveis (AN); adaptabilidade em ambientes favoráveis e desfavoráveis (SB, CR e SV); e produtividade média em todos os ambientes, e em ambientes favoráveis ou desfavoráveis (SV).


Palavras-chave


Glycine max; indicação de cultivares; interação genótipo x ambiente

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461