Consórcio palma-sorgo irrigado com diferentes lâminas de água no Semiárido brasileiro

Wellington Jairo da Silva Diniz, Thieres George Freire da Silva, Jadna Mylena da Silva Ferreira, Djalma Cordeiro dos Santos, Magna Soelma Beserra de Moura, Gherman Garcia Leal de Araújo, Sérgio Zolnier

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho produtivo, a eficiência biológica e a habilidade competitiva do consórcio palma-sorgo sob irrigação com diferentes lâminas de água salina, no Semiárido brasileiro. O experimento foi realizado em Serra Talhada, PE, entre 2014 e 2015, em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições, em arranjo fatorial 5x3, com parcelas subdivididas, tendo sido um ano de ciclo de palma e dois ciclos de sorgo. As parcelas foram compostas por quatro lâminas de irrigação com base nas frações de 25, 50, 75 e 100% da evapotranspiração de referência, além das condições de sequeiro, e as subparcelas consistiram de três sistemas de plantio (palma solteira, sorgo solteiro e consórcio palma-sorgo). O aumento das lâminas de água incrementou a produtividade do sorgo e do consórcio palma-sorgo. O consórcio promoveu estabilidade na produção, com índice de produtividade do sistema (IPS) palma-sorgo (6.279,02 kg ha-1 MS) maior que o de palma em cultivo solteiro (4.626,98 kg ha-1 MS). O coeficiente de adensamento relativo (12,33) foi indicativo de ótima compatibilidade do consórcio. A associação palma-sorgo apresenta vantagem biológica e capacidade competitiva com maior índice produtivo que os dos seus monocultivos.


Palavras-chave


Opuntia stricta; Sorghum bicolor; desempenho agronômico; eficiência biológica; habilidade competitiva; irrigação com água salina

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Informação Tecnológica
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-4231 / 3448-4162 - Fax: (61) 3272-4168