Produtividade de trigo no Cerrado em função da adubação nitrogenada e da inoculação com Azospirillum brasilense

Fernando Shintate Galindo, Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho, Salatiér Buzetti, José Mateus Kondo Santini, Cleiton José Alves, Mariana Gaioto Ziolkowski Ludkiewicz

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da inoculação com Azospirillum brasilense, associada a doses e fontes de N, em solo de Cerrado, sobre a produtividade de grãos de trigo (Triticum aestivum) irrigado. O experimento foi desenvolvido em sistema plantio direto, em Latossolo Vermelho distrófico. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro repetições, em arranjo fatorial 2x5x2: duas fontes de N (ureia e ureia com inibidor da urease NBPT); cinco doses de N em cobertura (0, 50, 100, 150 e 200 kg ha-1); e com ou sem inoculação das sementes com A. brasilense. O aumento nas doses de N apresentou efeito positivo no comprimento de espiga, número de espiguetas e de grãos por espiga, número de espigas por metro, acúmulo de N na palha, conteúdo de clorofila na folha e produtividade de grãos de trigo irrigado, independentemente do uso de inibidor de urease NBPT com ureia. Isoladamente, a inoculação com A. brasilense não afeta os componentes de produção e a produtividade de grãos, apesar de incrementar o N na palhada de trigo. A inoculação com A. brasilense, associada à aplicação de 140 kg ha-1 de N, propicia as maiores produtividades de grãos de trigo irrigado, cultivado após milho em Cerrado de baixa altitude.


Palavras-chave


Triticum aestivum; fixação biológica de nitrogênio; fontes de nitrogênio; sistema plantio direto; inibidor da urease

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Informação Tecnológica
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-4231 / 3448-4162 - Fax: (61) 3272-4168