Caracterização, potencial agrícola e perspectivas de manejo de solos leves no Brasil

Guilherme Kangussu Donagemma, Pedro Luiz de Freitas, Fabiano de Carvalho Balieiro, Ademir Fontana, Silvio Túlio Spera, José Francisco Lumbreras, João Herbert Moreira Viana, José Coelho de Araújo Filho, Flávia Cristina dos Santos, Manoel Ricardo de Albuquerque, Manuel Cláudio Motta Macedo, Paulo Cesar Teixeira, André Julio Amaral, Elisandra Bortolon, Leandro Bortolon

Resumo


Os solos leves ocupam cerca de 8% do território brasileiro e são epecialmente expressivos na nova e na última fronteira agrícola do país: a região de Matopiba, nos estados do Maranhão, do Tocantins, do Piauí e da Bahia, onde representam 20% da área. Esses solos enquadram-se nas classes texturais areia e areia franca ou francoarenosa, até a profundidade de 0,75 m ou mais, e são representados principalmente pelos Neossolos Quartzarênicos e, em parte, por Latossolos e Argissolos. O entendimento do funcionamento desses solos depende do estabelecimento de critérios distintivos sobre: dinâmica da matéria orgânica; teor e mineralogia da fração argila; teores de areia grossa e de areia total, em relação aos de areia fina; diâmetro médio da fração areia; e capacidade de retenção de água. Esses critérios podem contribuir para o zoneamento e para o manejo conservacionista e da fertilidade dos solos leves, bem como para estimação de seu potencial agrícola. Sistemas integrados de produção, como os de integração lavoura-pecuária e lavoura-pecuária-floresta, além do plantio direto com rotação de culturas, dos plantios florestais mistos com espécies leguminosas, e do uso de adubos verdes e cultivos de cobertura, são relevantes para o manejo adequado desses solos. O objetivo deste artigo de revisão foi caracterizar os solos leves e apontar os principais desafios em relação a seu potencial agrícola, a seu manejo e conservação e sua fertilidade, frente à expansão e à consolidação da nova fronteira agrícola.


Palavras-chave


aptidão agrícola; manejo e conservação; manejo da fertilidade do solo; Neossolo Quartzarênico; solos arenosos; solos frágeis

Texto completo:

PDF PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461