Panorama atual e potencial de aplicação da abordagem dos serviços ecossistêmicos do solo no Brasil

Rachel Bardy Prado, Elaine Cristina Cardoso Fidalgo, Joyce Maria Guimarães Monteiro, Azeneth Eufrausino Schuler, Fabiane Machado Vezzani, Junior Ruiz Garcia, Aline Pacobayba de Oliveira, João Herbert Moreira Viana, Bernadete Conceição Carvalho Gomes Pedreira, Ieda de Carvalho Mendes, Adriana Reatto dos Santos Braga, Lucília Maria Parron, Eliane de Paula Clemente, Guilherme Kangussu Donagemma, Ana Paula Dias Turetta, Margareth Simões

Resumo


A pressão humana sobre os serviços ecossistêmicos tem resultado em impactos indesejáveis sobre o bem-estar humano. Com o Projeto Millennium, várias pesquisas interdisciplinares têm sido desenvolvidas em todo o mundo com o objetivo de entender esses impactos sobre os fluxos e os processos dos ecossistemas e internalizar os custos e os benefícios dos serviços ecossistêmicos para a produção. O solo fornece muitos serviços ecossistêmicos, uma vez que sua multifuncionalidade é a base para a produção de alimentos, filtração de água, ciclagem de nutrientes e outros bens essenciais à vida. Este artigo apresenta os principais conceitos e classificações dos serviços ecossistêmicos do solo e de suas funções; os indicadores e os métodos de avaliação, modelagem e valoração dos serviços ecossistêmicos; algumas aplicações recentes para avaliar impactos de práticas de manejo agrícola sobre os serviços ecossistêmicos do solo; bem como os desafios e as oportunidades para a pesquisa e para o desenvolvimento de políticas públicas relacionadas à sustentabilidade agroambiental no Brasil. Apesar de o papel do solo para prestação de serviços ecossistêmicos ainda ser subestimado, os cientistas têm gradualmente reconhecido os processos e as funções do solo como fundamentais para avaliar os serviços ecossistêmicos e os efeitos do uso e manejo da terra sobre eles. Abordagens interdisciplinares que integrem ciência e políticas públicas são necessárias para construir uma governança com base em serviços ecossistêmicos.


Palavras-chave


valoração econômica; serviços ambientais; função do solo; indicadores de solo; manejo do solo; política pública; qualidade do solo

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461