Qualidade física e frações da matéria orgânica de um Planossolo sob sistema plantio direto

Diony Alves Reis, Claudia Liane Rodrigues de Lima, Adilson Luis Bamberg

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade física e as frações da matéria orgânica de um Planossolo sob sistema plantio direto (SPD), com diferentes tempos de implantação, no Sul do Brasil. Amostras de solo foram coletadas nas camadas de 0,00–0,03, 0,03–0,06, 0,06–0,10 e 0,10–0,20 m, tendo‑se determinado: a porosidade total (Pt); a macroporosidade (Ma); a microporosidade (Mi); a resistência do solo à penetração (Rp); a densidade (Ds); os macro e microagregados; o diâmetro médio ponderado dos agregados (DMP); o carbono orgânico total (COT); o carbono das frações leve livre (FLL), leve oclusa (FLO) e pesada (FP); os estoques de carbono (EstC), os índices de labilidade (ILC), de estoque (IEC) e de manejo do carbono (IMC). O tempo de implantação SPD aumentou a Pt, a Ma, os EstC, e diminuiu a Mi, a Rp e a Ds. O SPD promove os atributos DMP, ILC, IEC e IMC a partir do quinto ano de implantação, e, portanto, melhora a qualidade física do solo.


Palavras-chave


dinâmica da matéria orgânica, estruturação do solo, fracionamento da matéria orgânica, índices de labilidade, solo hidromórfico, solos de várzea.

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461