Análise dialélica de linhagens de milho quanto à responsividade ao fósforo e à sua eficiência de uso

Walter Fernandes Meirelles, Sidney Netto Parentoni, Lauro José Moreira Guimarães, Paulo Evaristo de Oliveira Guimarães, Cleso Antonio Patto Pacheco, Antonio Carlos de Oliveira, Flávia Ferreira Mendes, Carlos Alberto Scapim

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos genéticos aditivos e não aditivos sobre a eficiência de uso de P e a responsividade ao nutriente em linhagens de milho. Nove linhagens contrastantes – eficientes ou não quanto ao uso de P – foram avaliadas em cruzamentos dialélicos, em delineamento de blocos ao acaso, por dois anos, sob dois níveis de disponibilidade do nutriente em Latossolo Vermelho-Escuro distrófico. As linhagens L3 e L228‑3 apresentaram os maiores efeitos médios da capacidade geral de combinação (CGC, ĝi ), o que é indício de eficiência, na ausência de P, e de responsividade, na presença. Os cruzamentos L51502020 x L22 e L36 x L56.800.84 apresentaram os maiores efeitos médios da capacidade específica de combinação (CEC, ŝij), na presença e na ausência de P, respectivamente. Os componentes quadráticos para CGC foram superiores aos da CEC, na ausência de P, e inferiores, na presença, o que mostra que os efeitos aditivos predominaram na eficiência de uso, e os não aditivos, na responsividade ao nutriente. A capacidade combinatória dos genótipos interagiu com os ambientes; portanto, a seleção do melhor progenitor e da melhor combinação híbrida deve ser realizada para ambiente específico. As linhagens apresentam complementariedade gênica quanto à eficiência de uso de P.


Palavras-chave


Zea mays; capacidade específica de combinação; capacidade geral de combinação; complementariedade gênica;eficiência nutricional

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461