Fontes de resistência múltipla à murcha de fusário em tomateiro

Renato Carrer Filho, Renata Maria Oliveira, Vanessa Duarte Dias, Leonardo Silva Boiteux, Érico de Campos Dianese, Marcos Gomes da Cunha

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a reação de 48 acessos de tomateiro (Solanum lycopersicum), inclusive de espécies selvagens, a diferentes isolados das três raças de Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici (FOL). Utilizaram-se marcadores moleculares ligados aos genes de resistência I‑1, I‑2 e I‑3. A combinação de bioensaios e marcadores moleculares específicos mostrou elevada correlação para a maioria dos acessos. Acessos de S. peruvianum e S. corneliomuelleri apresentaram resistência contra todas as raças de FOL; a introgressão de fatores de resistência destes genótipos em germoplasma‑elite de tomateiro é de elevado interesse para o melhoramento genético desta cultura.


Palavras-chave


Solanum lycopersicum; Fusarium oxysporum; marcadores genéticos; resistência a doenças

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461