Sistema radicular e produtividade de soqueiras de cana‑de‑açúcar sob diferentes quantidades de palhada

Gisele Silva de Aquino, Cristiane de Conti Medina, Aquilino Leonel Porteira Junior, Lucas Oliveira Santos, Ana Carolina Benitez Cunha, Deise Akemi Omori Kussaba, Jaime Higino dos Santos Júnior, Luis Fernando Almeida, Antonio Dias Santiago

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes quantidades de palhada sobre o sistema radicular e a produtividade da cana‑de‑açúcar (Saccharum officinarum), de primeira e segunda soqueiras, em Latossolo Vermelho eutroférrico. Seis tratamentos foram avaliados: 0, 5 (25%), 10 (50%), 15 (75%) e 20 Mg ha‑1 (100%) de palhada e cana‑queimada, na primeira e segunda soqueiras. Utilizou-se a cana‑de‑açúcar 'SP80‑1816'. Avaliou-se a massa de raízes a 0,45 e 0,75 m de distância da linha de plantio, até 0,60 m de profundidade. Na primeira soqueira, os tratamentos com 50, 75 e 100% de palhada proporcionaram maior massa radicular até 0,20 m de profundidade, em comparação aos tratamentos cana‑queimada, 0 e 5 Mg ha‑1 (25%) de palhada. Os tratamentos com 50 e 75% de palhada proporcionaram produtividades 43% maiores do que a da cana‑queimada (110 Mg ha‑1). O tratamento com 10 Mg ha‑1 (50%) foi suficiente para proporcionar aumento da massa radicular e da produtividade da cana‑de‑açúcar. O sistema radicular e a produtividade da cana‑de‑açúcar são favorecidos pela mudança do sistema de colheita de cana‑queimada para o de cana sob palhada.


Palavras-chave


Saccharum officinarum; biomassa; cana crua; colheita mecanizada; enraizamento; manejo da palhada; produção agrícola

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461