Agrupamento de genótipos de girassol quanto à produtividade, ao teor de óleo e à reação à mancha de alternária por GGE biplot

Regina Maria Villas Bôas de Campos Leite, Maria Cristina Neves de Oliveira

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a adequação do uso do método multivariado de análise de componentes principais (ACP), com uso do programa GGE biplot, para o agrupamento de genótipos de girassol quanto à sua reação à mancha de alternária (Alternariaster helianthi), e quanto à produtividade e ao teor de óleo. Sessenta e nove genótipos foram avaliados quanto à severidade da doença em campo, na fase de desenvolvimento R3, em sete safras, em Londrina, PR, com uso de uma escala diagramática própria, desenvolvida para esta doença. A produtividade e o teor de óleo também foram avaliados. Os dados foram padronizados com o programa Statistica, e o GGE biplot foi utilizado para ACP e exibição gráfica dos dados. Os dois primeiros componentes principais explicaram 77,9% da variação total. De acordo com o biplot poligonal, obtido com os dois primeiros componentes principais e as três variáveis resposta, os genótipos foram divididos em sete setores. Os genótipos alocados nos setores 1 e 2 apresentaram alta produtividade e alto teor de óleo, respectivamente, e os agrupados no setor 7 apresentaram tolerância à doença e alta produtividade, apesar de elevada severidade da doença. O método de análise de componentes principais com uso do GGE biplot é eficiente para agrupar genótipos de girassol com base nas variáveis estudadas.


Palavras-chave


Alternariaster helianthi; Helianthus annuus; resistência a doenças; análise de componentes principais

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461