Aplicação foliar de fungicidas e incidência de grãos ardidos e fumonisinas totais em milho

Fabricio Eustaquio Lanza, Laércio Zambolim, Rodrigo Veras da Costa, Dagma Dionisia da Silva, Valéria Aparecida Vieira Queiroz, Douglas Ferreira Parreira, Simone Martins Mendes, André Gomes Coelho Souza, Luciano Viana Cota

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da aplicação foliar de fungicidas na redução da incidência de patógenos fúngicos, de grãos ardidos e de fumonisinas totais em grãos de milho (Zea mays). Foram conduzidos três ensaios: um no município de Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, e dois em Sete Lagoas, em Minas Gerais, nas safras 2010/2011 e 2011/2012, com cultivo de diferentes híbridos comerciais. Os seguintes fungicidas foram aplicados zero, uma e duas vezes: picoxistrobina + ciproconazol, piraclostrobina + epoxiconazole, trifloxistrobina + tebuconazole, azoxistrobina + ciproconazol e tiofanato metílico. Em todos os ensaios, foram realizados a quantificação da incidência de grãos ardidos, o teste de patologia de sementes e a quantificação dos teores de fumonisinas totais. Não foi observada diferença significativa para os fatores fungicida e número de aplicações, exceto para rendimento de grãos, em todos os ensaios. Esses resultados são indicativos da ineficiência da aplicação de fungicidas na redução da incidência de patógenos fúngicos, de grãos ardidos e dos teores de fumonisinas totais em grãos de milho.


Palavras-chave


Fusarium; Zea mays; controle químico; micotoxinas; patógenos fúngicos

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461