Análise faunística de Carabidae e Staphylinidae (Coleoptera) em cinco agroecossistemas da Região Nordeste do Estado de São Paulo

Francisco Jorge Cividanes, José Carlos Barbosa, Sérgio Ide, Nelson Wanderlei Perioto, Rogéria Inês Rosa Lara

Resumo


O objetivo deste estudo foi determinar a composição de espécies e a estrutura das comunidades de Carabidae e Staphylinidae, em cinco áreas de fragmento florestal e cultura soja/milho ou pomar laranja, de dezembro de 2004 a maio de 2007. Os besouros foram capturados com armadilhas de solo, distribuídas em dois transectos paralelos de 200 m de comprimento, com 100 m no interior da área cultivada e 100 m no interior do fragmento florestal. A fauna foi caracterizada pelos índices de diversidade e equitabilidade de Shannon-Wiener e pelo de similaridade de Morisita. Os carabídeos Abaris basistriatus Chaudoir, Calosoma granulatum Perty, Megacephala brasiliensis Kirby, Odontochila nodicornis (Dejean) e Selenophorus seriatoporus Putzeys. são as espécies dominantes com maior distribuição geográfica na região nordeste do Estado de São Paulo. A maior diversidade de espécies de carabídeos e estafilinídeos ocorreu na transição entre fragmento florestal e área cultivada. As comunidades de carabídeos e estafilinídeos de fragmento florestal tiveram maior similaridade com a comunidade do pomar de laranja do que com a de cultura soja/milho.


Palavras-chave


<i>Citrus sinensis; Glycine max; Zea mays</i>; diversidade; plantio direto; similaridade

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461