As ferrugens (Puccinia sorghi, P. polysora, Physopella zeae) do milho (Zea mays). II. Estudo comparativo e inimigos naturais

Joachim F. W. Von Bülow

Resumo


O autor estudou quatro tipos de ferrugens. Dois foram colhidos parasitando o milho, um outro o capim Guatemala (Tripsacum laxum) e um quarto o sorgo (Sorghum vulgare). São apresentados seus caracteres macro e microscópicos que permitem afirmar tratar-se de P. sorghi e P. polysora sobre milho, de P. polysora sobre T. laxum e de P. purpurea sobre S. vulgare. Observou o comportamento biológico diferencial, como presença ou ausência de estágios do ciclo completo e tempo de inoculação após inoculação artificial. O autor observou os inimigos naturais, julgando Darluca filum ser fator limitante no desenvolvimento das ferrugens do milho, nesta região Centro-Sul do Brasil. Outro inimigo observado foi uma minúscula larva vermelha devorando urediosporos (Ordem Diptera, família Cecidomydae ou Mycetophyllidae).


Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461