Piper colubrinum Link. porta-enxêrto para Piper nigrum L. resistente às enfermidades causadas por Phytophthora palmivora Butl. E Fusarium solani f. piperi

Fernando Carneiro Albuquerque

Resumo


O sistema radicular da pimenta do reino (Piper nigrum L.) está sujeito ao ataque dos fungos do solo Fusarium solani f. piperi e Phytophthora palmivora (Butl.) Butl. Em testes de laboratório a espécie Piper colubrinum Link., compatível com a pimenta do reino, mostrou elevada resistência às enfermidades causadas pelos citados patógenos. Poderia ser utilizada como porta-enxêrto resistente em culturas extensas com fim lucrativo, desde que a produção venha a ser compensadora. A percentagem de pegamento dos enxêrtos feitos, foi elevada: acima de 98%. O desenvolvimento vegetativo das pimenteiras enxertadas, em áreas experimentais, no campo, vem sendo considerado bom. São relatados os processos de preparo dos porta-enxertos, métodos de enxertia e plantio no campo definitivo. A pimenteira enxertada só se desenvolve bem em áreas onde o solo possui umidade disponível constante.


Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461