Salmonella oranienburg e S. typhimurium em bile de bovinos (Bos taurus) aparentemente hígidos

Vicente Leite Xavier, José Carlos Ferreira Campelo

Resumo


Os autores executam trabalho bacteriológico, visando a pesquisa de portadores de Salmonella entre bovinos, aparentemente hígidos. O material utilizado é a bile e os bovinos que a fornecem, animais enviados ao Matadouro de Santa Cruz (Rio de janeiro, Guanabara, Brasil) para o abate. Os animais que se mostraram portadores da Salmonella oranienburg foram zebuínos machos de quatro anos presumíveis, procedentes de Minas Gerais (Governador Valadares) e de São Paulo (Araçatuba). Os responsáveis pela publicação, indicam a técnica que utilizam em seu estudo, abrangendo coleta do material (vesícula biliar), isolamento, identificação e tipagem. Informam sobre a origem dos soros que usaram, mostram a importância do registro no campo da epidemiologia, a sua possível significação prática (diagnóstico e tratamento preventivo) e cuidam da bibliografia relativa à S. oranienburg, apresentando resumo de algumas importantes publicações que lhe dizem respeito.


Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461