Adubação mineral de fósforo e potássio na cultura do feijão e verificação do efeito residual

Paulo Augusto da Eira, Gilberto Gastim Pessanha, Dirce P.P. de Souza Britto, Alfio Rivera Carbajal

Resumo


Experimento com feijão (Phaseolus vulgaris L.) conduzido em campo, na época "da seca" em solo aluvial (AL), no Estado do Rio de Janeiro, usando-se um fatorial completo 52 com cinco níveis de fósforo e cinco de potássio, mostrou reação favorável à adubação fosfatada, ocorrendo significância para o efeito linear e cúbico do fósforo. Para o potássio, não houve significância, notando-se, no entanto, decréscimo na produção, com o aumento do nível deste nutriente. Neste experimento, foram calculadas as equações de produção em função somente do elemento significativo, e os níveis ótimo e econômico. No experimento II, para verificação do efeito residual, instalado na época "das águas", pôde-se constatar a falta de reação a fósforo e uma regressão linear para o potássio.


Palavras-chave


Phaseolus vulgaris; níveis ótimos e econômicos

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461